quarta-feira, 15 de maio de 2013

Soberania Alimentar

Uma das grandes premissas da Transição é a criação de iniciativas locais de alimentação. A ideia é a de termos a soberania alimentar, cuidando da terra, das pessoas e partilhando os excesso. 

Para tal começamos este post com o convite para assinar duas petições:

«Pela preservação da Horta do Monte - Projecto Comunitário» 




e

"Contra a polémica lei das sementes"



Depois outro convite, desta forma para trabalharem a terra cá onde vivemos!

Na oficina comunitária, um projeto está a formar-se: a horta solidária. 

Estamos a trabalhar um talhão da horta comunitária com o fim de ceder alimentos frescos e orgânicos, produzidos localmente por vizinhos para a ajuda alimentar da Junta de Freguesia.

Vem ajudar e contribuir! (fala com a Teresa para saberes como fazê-lo)


Uma vizinha da Cruz-Quebrada, a Inês Batista, cede espaço para quem quer fazer uma horta urbana!! 

"o meu nome é Inês e vivo na Cruz-Quebrada.

o motivo pelo qual vos escrevo é o seguinte :: moro numa casa com um jardim enorme, quase todo ele feito de relva. no ano passado, abri duas clareiras na relva e fiz uma pequena horta. a terra é óptima e a produção foi boa. mas, como tão bem devem saber, uma horta dá trabalho e, além de ter quatro filhos, tenho uma vida meio ocupada. 
acontece que a experiência da horta foi mesmo boa e tenho ainda muita relva - de que efectivamente não preciso - para cultivar. então, a minha mensagem é justamente para vos perguntar se saberão de alguém aqui na zona que tivesse interesse e tempo para dividir o trabalho e a colheita comigo. não poderia ser uma horta comunitária, porque a terra também não chega para tanto. mas daria perfeitamente para mais duas famílias de 3 ou 4 pessoas. se souberem de alguém que possa estar interessado, digam. "


Contactem-na para o inesbb1@gmail.com 







1 comentário:

  1. Lindo, esta partilha emociona-me e mostra.me que vale a pena MUDAR !!!

    ResponderEliminar